STB - Student Travel Bureau

Escolha o intercâmbio de sua preferência:

Tudo para sua viagem
 

NY Escapes: Howe Caverns

Publicado em Diário da Baunilha, Dicas de Viagem | 10 de janeiro de 2012 | 09:52 por Baunilha

Esse é mais um post da coluna “NY Escapes” com dicas de passeios interessantes para se fazer fora da grande Manhattan.

Nova York é incrível, mas assim como São Paulo, às vezes precisamos dar uma acalmada do agito da cidade. É sempre agradável ir para um local mais tranquilo e relaxar ou fazer um passeio diferente e que não é possível dentro de NYC. Seja em seu intercâmbio ou a turismo, existe muita coisa bacana que vale ser conhecida no Estado de Nova York.

Como a primeira dica dessa coluna foi especial para o verão, agora que o inverno se aproxima é hora de conhecer uma aventura perfeita para esse clima.

"Howe Caverns", cavernas em Nova York

“Howe Caverns” é um lugar mega especial e foi a minha primeira visita em uma caverna de verdade. Para falar a verdade, eu estava até com um medinho no começo, mas a experiência foi completamente diferente do que eu esperava. O lugar tem uma super infra-estrutura, tours e é totalmente seguro.

Howes Cave fica no Estado de Nova York a um pouquinho mais de 3 horas de carro da grande Manhattan. Em uma região super tranquila e repleta de verde, conhecida entre os nova-iorquinos como “Upstate New York”.

Howes Cave fica no Estado de Nova York

Quem nos recepciona, é o Mr. Howe O animatronic do descobridor da caverna Mr. Howe nos recebe com histórias sobre seu descobrimento

A caverna Howe foi descoberta ao completo acaso. Ao chegar ao local, você desce em um elevador cerca de 50 metros abaixo da superfície da Terra. Ali você se depara com uma caverna pré-histórica de mais de 6 milhões de anos de idade.

Algo que eu nunca tinha imaginado é que o ar da caverna seria diferente. Não importa as condições climáticas do lado de fora, a caverna continua sempre com a mesma temperatura de 12º Celsius, então leve um casaco! O ano inteiro! Leia mais…


Chelsea Market: o Mercado Gourmet de Nova York

Publicado em Diário da Baunilha | 12 de dezembro de 2011 | 09:35 por Baunilha

Comer bem é um dos prazeres de toda viagem. Mas algo que eu também adoro fazer nos países que visito é, além de provar a culinária, conhecer mercados locais de alimentos. Assim, indo mais a fundo nos ingredientes de cada lugar, você consegue realmente perceber as diferenças, muitas vezes sutis.

Em Nova York, existem feiras de alimentos frescos, mas elas não são tão comuns ou grandes como no Brasil. No Union Square de Segundas, Quartas, Sextas e Sábados (durante o Verão e início do Outono), existe uma feira de frutas, temperos e artesanato. Mas se estiver chovendo, procure um “Farmers Market” (Mercado do Fazendeiro), um nome utilizado para mercados de frutas e legumes.

Mas se além de frutas e legumes, você procura conhecer o lugar com o melhor dos ingredientes possíveis, Chelsea Market é o melhor mercado gourmet de Nova York.

onde comprar frutas e verduras em Nova York

onde comprar frutas e verduras em Nova York, em Chelsea Market

Basicamente onde os chefes fazem compra! O mercado se divide em diversas lojas especializadas como massas, frutos do mar, frutas e legumes, óleos, queijos, vinhos, temperos, embalagens, entre muitas outras.

Entre os grandes nomes, estão The Lobster Place, Ruth’s Bakery, Chelsea Thai, Frank’s Meat e, a minha loja favorita, Filling Station, que oferece centenas de óleos e sais com sabor.

No Chelsea Thai, se pode comprar comida tailandesa

no  se pode comprar frutas e verduras

Não apenas para comprar ingredientes, o Chelsea Market é um belíssimo ponto-turístico cheio de história. Construído no bairro do Chelsea, na região conhecida como Meatpacking District. Essa, que costumava ser uma região industrial repleta de frigoríficos e fábricas, foi totalmente revitalizada e hoje abriga o Highline Park (mais sobre o Highline aqui nesse post!).

Dentro do Chelsea Market você percebe o antigo e o novo Meatpacking District em um mesmo lugar. A antiga fábrica onde foi inventada a bolacha Oreo foi transformada no Chelsea Market, que funciona hoje como um shopping mall gourmet, contando ainda com restaurantes, escritórios e estúdios de televisão. Os estúdios do canais NY1, Food Network, Oxygen Network, entre outros ficam nos andares do mercado. Leia mais…


Qual a melhor época para ir para Nova York?

Publicado em Diário da Baunilha, Dicas de Viagem | 30 de novembro de 2011 | 10:12 por Baunilha

Há um tempinho atrás recebi um email da Lívia Fleur me perguntando sobre o clima em Nova York. A Lívia também deu uma sugestão muito boa que foi escrever um post contando melhor sobre as mudanças de temperatura de Nova York para assim saber qual a melhor época para escolher para fazer intercâmbio, ou mesmo, viajar. Uma excelente sugestão já que é uma dúvida super comum. Eu mesma recebo direto mensagens de amigos e parentes perguntando “como tá o clima aí em Nova York, estou indo para aí semana que vem!”. Assim, seu pedido é uma ordem e aqui vai o post.

As estações do ano em Nova York são completamente diferentes das mesmas estações do ano na cidade de São Paulo, minha cidade natal. São Paulo é uma grande lambada, no mesmo dia faz muito sol, chuva, frio e sol novamente. Faz muito calor e frio no verão, e muito frio e calor no inverno. Outono e primavera faz um clima gostoso, chove, faz sol e nada muito bem definido… Você nem sente as estações passando.

Foto: Pink Splash

Aqui em NY é o completo oposto e as mudanças são sentidas de maneira drástica. Se está frio, é porque é Outono. E se está muito frio, é porque o Inverno chegou. Se está calorzinho, é a Primavera. Se é um calor enlouquecedor, é Verão. Além da mudança dramática na temperatura, você também observa as mudanças na vegetação. Sabe aquele lance de na Primavera as flores nascem e no Outono as folhas caem? Isso você vê claramente acontecendo aqui em Nova York, observando como o clima age nas plantas do Central Park, por exemplo.

Em inglês as estações (“seasons”, não stations!) do ano são chamadas: Spring (Primavera), Summer (Verão), Fall (Outono) e Winter (Inverno). As estações aqui nos EUA, como em todo o Hemisfério Norte, ocorrem no oposto do que no Brasil, ou seja, quando é verão no Brasil, é inverno nos EUA, e vice-versa.

Em 2012 o início das estações no Brasil serão:
Outono – 20 de Março
Inverno – 20 de Junho
Primavera – 22 de Setembro
Verão – 21 de Dezembro

Já nos EUA, em 2012, as estações começam:
Primavera – 20 de Março
Verão – 20 de Junho
Outono – 22 de Setembro
Inverno – 21 de Dezembro

É bem facinho de decorar, além de reverter a estação que está no Brasil, as estações acontecem na ordem que costumamos falar “Primavera-Verão-Outono-Inverno”.

Assim como as temperaturas variam dentro do Brasil, como ao Sul do país sendo muito mais frio do que na região Central e Nordeste, as temperaturas dentro dos EUA também variam bastante. O rigoroso inverno de Nova York, por exemplo, não é tão brutal na região da Flórida, Arizona ou na Califórnia. Nesse post, vou contar como as estações influenciam a vida dos nova-iorquinos, pois essa é a minha realidade e com o que eu tenho experiência. Porém, tenha em mente que regiões diferentes dos Estados Unidos possuem diferentes mudanças climáticas. Leia mais…


Quanto custa em New York? (Parte 2)

Publicado em Diário da Baunilha | 09 de novembro de 2011 | 09:00 por Baunilha

** Você encontra quanto custa estes e outros itens em Nova York e em outras cidades baixando Aqui! o aplicativo do STB para iPhone **

Continuando nossa comparação de preços Brasil versus Nova York, vamos a parte que mais nos interessa: o que é mais barato na Big Apple. Preparem os cartões de crédito, pois existem não apenas alguns, mas muitos produtos aqui nos EUA que são assustadoramente mais baratos do que na nossa pátria. Às vezes a diferença chega a ser duas a três vezes o valor do item.

É aí onde os turistas precisam aproveitar os “deals” – com moderação – e os estudantes precisam se segurar! No post anterior, contei que o comportamento de consumo entre essas duas classes precisa ser diferente. Comprar sem precisar tudo o que vê pela frente só porque é absurdamente mais barato que no Brasil é tentador, mas um erro grave.

Caso isso aconteça, no primeiro mês o intercambista estará com uma dívida bizarra, o custo de vida altíssimo e a grana escassa. Mas estudantes: comprem sim, aproveitem, mas lembre-se também quanto tempo você ainda tem pela frente!

Dito isso, vamos às dicas! Tudo para você ter uma ideia melhor quantos dólares precisa levar em sua viagem ou intercâmbio!

Já comentamos que produtos e serviços relacionados à necessidades básicas, como um lugar para viver, alimentação, saúde e cabeleireiro são mais caros aqui nos EUA do que no Brasil. Outros tipos de produtos, como vestuário, produtos de beleza, eletrônicos, móveis e utilidades domésticas, automóveis e passagens de avião, aqui são imensamente mais baratos.

Vestuário

Nesse post aqui! sobre Compras em Nova York, dei dicas de outlets e locais onde você pode encontrar roupas de marca com um grande desconto.

Para se ter uma noção, vou contar sobre algumas peças do meu guarda-roupa: moleton Paul Frank por $20, blusa de malha Ralph Lauren por $15, camisetas Calvin Klein por $15, casacos e sobretudos Tommy Hilfiger por $120.

Lembrando que estamos falando de outlets e roupas de marca, ok? Se você não curte garimpar, marcas ainda são a metade do preço do que no Brasil em lojas normais, como a megastore Macy’s. Lá, por exemplo, você encontra bolsas da Guess por $110 e relógios Adidas por $50.

Se marca não é importante e o que você se interessa mesmo é por moda, vale muito correr para lojas como H&M e Forever 21 localizadas em todo canto da cidade. Nelas você encontra roupas modernas e jovens, para todos os gostos, por preços de banana.

Um vestido de festa que facilmente custaria R$150,00 na Zara, você compra nessas lojas por $30. Sempre corro lá para comprar essas blusinhas básicas por $5 e Jeans por $20. Mas já adiantando que o barato tem preço, a qualidade não é muito boa, ou seja, depois de algumas várias lavagens você vê claramente o desgaste nas peças.

Eletrônicos

Essa é minha sina. Não posso ver um lançamento que fico me segurando para comprar. Ainda mais que leva um tempinho para eles serem lançados no Brasil e, todos vão dizer que não, mas sabem que é uma delícia comprar um produto que quase ninguém tem. E por um preço ainda muito melhor do que quando ele for lançado. Leia mais…