STB - Student Travel Bureau

Escolha o intercâmbio de sua preferência:

Tudo para sua viagem
 

Mestrado em Nova York: estudando na Universidade de Nova York

Publicado em Diário da Baunilha | 06 de fevereiro de 2012 | 15:03 por Baunilha

As primeiras semanas de aula do meu mestrado na Universidade de Nova York foram ainda semanas de adaptação. Parecia coisa de filme: perdida na universidade, tentando encontrar a classe, entrei até em classe errada. E nem para ser uma classe errada com pessoas do primeiro ano onde ninguém ainda se conhece, era uma classe do segundo ano! Todo mundo olhando para mim pensando “o que essa perdida está fazendo?”. Sentei em uma cadeira, fazendo o maior barulho e comecei a anotar o que o professor falava. Percebi que as pessoas continuavam a me olhar e que a matéria não tinha nada a ver com o que eu deveria estar aprendendo. Resolvi então perguntar que sala que era aquela e claro… era a sala errada! Saí toda envergonhada para procurar minha classe e já chegar atrasada.

Aos poucos fui me adaptando à localização das classes, aos meus horários e também ganhei um daqueles lockers! Nem tenho muito o que colocar nele, já que acabo precisando dos meus livros em casa, mas é divertido ter um. Como comentei no post anterior, os meus horários são os mais malucos possíveis e acabo indo para a faculdade de manhã e ficando por lá até a noite. Isso também porque uma das dicas que os “veteranos” (a galera do segundo ano) nos deu foi: stay in the floor the whole time (fique no andar o tempo inteiro)!

O meu curso ITP (Interactive Telecommunications Program) faz parte da faculdade Tisch School of the Arts, que é uma das escolas da Universidade de Nova York (NYU). Cada uma das faculdades da NYU possui um prédio diferente na região do Greenwich Village. O prédio da Tisch conta com os cursos relacionados às mais diversas formas de arte da Universidade de Nova York, como cinema, fotografia, dança, roteiro, drama, e também a ITP, que se localiza no 4º andar do prédio.

Apenas algumas aulas são ministradas fora do prédio da Tisch, localizado no número 721 da Broadway, pertinho do Washington Square Park. Aliás, consideramos o Washington Square Park o jardim da NYU, já que o parque cerca diversos dos prédios da universidade e é ponto de encontro dos estudantes entre as aulas. Assim como todo o 4º andar do prédio da Tisch é dedicado à ITP, chamamos esse andar, naturalmente, de “the floor”.

Já volto a falar um pouquinho mais sobre o floor, mas primeiro vou mostrar um pouco do prédio da Tisch na NYU:

Entrada do prédio da Tisch/NYU no 721 da Broadway

Recepção do prédio da Tisch/NYU

Lounge dos estudantes da Tisch/NYU

Mesas no lounge dos estudantes da Tisch/NYU

Cafeteria da Tisch/NYU

Outro lounge com computadores para os estudantes na Tisch/NYU

 Lounge com computadores para os estudantes na Tisch/NYU

 Lounge com computadores para os estudantes na Tisch/NYU

É até difícil explicar o que é meu curso na ITP, mas para nós estudantes de lá, é como que uma mistura de arte com tecnologia, algo extremamente amplo. Os trabalhos dos estudantes de lá são uns tão diferentes dos outros que não teria como dar uma definição mais específica.

O site oficial da Tisch define a ITP como “a graduate department dedicated to creativity and critical thinking applied to new technologies”, ou seja, “um departamento de pós-graduação dedicado à criatividade e pensamento crítico aplicados às novas tecnologias”.

Já o site da própria ITP fala que a missão do curso é explorar o uso criativo das tecnologias da comunicação, como elas podem aumentar, melhorar e trazer prazer e arte dentro da vida das pessoas.

Para isso, nós temos uma porção de classes que eu nunca pensei em escolher antes e o floor para nos ajudar a produzir os mais exaustantes e criativos projetos que se pode imaginar. Não falo por mim, mas andando diariamente pela ITP e observando os projetos dos outros alunos tomando forma, me surpreendo a cada dia e minhas perguntas são sempre “mas isso é possível?? como você vai fazer isso funcionar??”. E por mais que a pessoa ainda não saiba com 100% de certeza, não importa.

A comunidade da ITP – os estudantes dos primeiros e segundos anos, os professores, a equipe e os ex-alunos – é super unida. Todos se ajudam o tempo inteiro, se envolvem nos projetos, compartilham dicas e fazem acontecer. Nunca vi nada assim antes. Collaborative (colaboração), Sharing (compartilhamento) e Community (comunidade) são palavras que você ouve e sente o tempo todo pelo floor da ITP. Temos uma lista de discussão só para alunos onde compartilhamos as novidades do mundo da tecnologia, eventos que estão acontecendo, vagas de trabalhos, e serve como ajuda para dúvidas ou problemas que acontecem durante nossos projetos.

 Todos os alunos do primeiro ano da ITP reunidos no final da classe de Applications

Nova York é conhecida pela incrível quantidade de eventos culturais e, estando em uma pós-graduação relacionada com tecnologia e artes, não podíamos ficar fora disso. É super comum os alunos do meu curso da ITP, formandos ou todo o curso em si colaborarem em exposições e eventos pela cidade. Recentemente, a ITP participou de exposições como a Maker Faire, Talk to Me no MoMA, Gizmodo Gallery, entre outras. Essa, para mim, é definitivamente uma das grandes vantagens de se estudar em Nova York.

Se você tiver curiosidade sobre esse curso em si e quiser saber mais, recentemente foi publicado um artigo mega bacana sobre a história da ITP no Rhizome (em inglês!).

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe um comentário! Ah… E me siga no twitter para acompanhar a minha viagem em tempo real: @baunilha.




6 Comentários
  • obrigado por esta publicação!!

    17 de setembro de 2014 às 13:01 Responder
  • obrigado por esta publicação!!

    8 de setembro de 2014 às 22:15 Responder
  • Allissan Sant'Ana Brandão

    Oiii, estou adoraaaando esse site e pretende ir ano que vem estudar ai em nova york ,mas ainda preciso saber sobre algumas coisas. Como que vc ingressou na NYU? depois do TOELF vc se increveu nessa universidade e passou? vc pderia me explicar o processo? pretendo fazer um curs de ingles pela Embassey e me interessa tambem essa idea de estar em uma universidade ai. bjs . obg

    21 de março de 2012 às 19:51 Responder
  • Rodrigo Narciso Gouveia da Silva

    Olá, não sei se lembras de mim. Te enchi o saco por e-mail tempinho atrás, rs. Adorei o post, estou cada vez mais certo de que esse curso tem a minha cara! Boa sorte no seu primeiro ano. Quem sabe ano que vem eu já esteja por aí! bjo. Rodrigo

    13 de fevereiro de 2012 às 20:46 Responder
    • Olá Rodrigo,
      Lembro sim, como vão os preparativos? Mão na massa para montar o portfólio e conseguir realizar esse sonho. A cada dia agradeço demais por estar vivendo essa experiência incrível. :D
      Beijos e continue acompanhando o blog!

      14 de fevereiro de 2012 às 1:38 Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *