STB - Student Travel Bureau

Escolha o intercâmbio de sua preferência:

Tudo para sua viagem
 

Como são os Americanos?

Publicado em Diário da Isa | 20 de abril de 2015 | 13:01 por STB Student Travel Bureau

header_isadora2

Meus amigos brasileiros vivem me perguntando como são os americanos, então decidi escrever um post sobre isso. Antes de tudo, quero deixar bem claro que eu não estou julgando eles em sentido algum, apenas estou explicando como as coisas funcionam aqui – e como se acostumar com uma nova cultura.

EmbIsa1

Em primeiro lugar, as pessoas são mais distantes umas das outras aqui. Não sei se é porque eu sou do Brasil e estou acostumada com muitos abraços e com um beijinho na bochecha quando se fala “oi” (sou paulistana gente, pra mim é só um). Mas aqui não é assim, as pessoas mantêm uma distância maior quando estão conversando com alguém e não tem beijo nem abraço quando se cumprimenta alguém. Aqui eu aprendi como dar um “aperto de mão”, porque na primeira vez que eu fui cumprimentar alguém e quase dei um beijo na bochecha, a pessoa me perguntou “o que você está fazendo?” com aquela cara de desentendida. Os abraços? Hm… são muito raros! Geralmente só tem abraço entre familiares ou amigos muito próximos.

Outro ponto que me pediram para falar mais é sobre o que é aceitável e inaceitável quando as pessoas estão na mesa. No caso da pizza, por exemplo: toda vez que eu como pizza aqui, eu peço talheres. Não gosto de usar as minhas mãos para comer. É o que basta pra me olharem estranho e perguntar “o que você está fazendo?”. Eu explico que na minha cultura é normal usar talheres para comer de tudo. Aqui as pessoas usam as mãos para comer sanduíches, hambúrgueres, pizza, e basicamente tudo que conseguir segurar com a mão, mesmo em restaurantes mais chiques. E aqui, se a pessoa arrotar na mesa, ela fala “excuse me”, que é tipo um pedido de desculpas. Vocês podem achar meio estranho no começo, mas depois você acaba se acostumando. E pode até parecer errado, mas para os padrões deles não é.

Eu percebi também que as pessoas aqui são bem fechadas nos círculos sociais e, como eu havia falado em um dos meus primeiros posts, foi bem difícil fazer amizade. E um dos motivos é que essas pessoas se conhecem desde o dia que nasceram praticamente. Eles não estão muito acostumados com gente nova entrando na vida deles. E vocês têm de entender que americanos não são como os brasileiros, que amam gringos. Então não esperem muito deles, aqui você vai ter que dar o primeiro passo sempre. A parte boa é que, depois que você conhece eles, tudo fica mais fácil. E eles se tornam os melhores amigos que você poderia ter.

EmbIsa2

Bom, pra finalizar quero dizer que eles não são pessoas de outro planeta, eles só têm uma cultura diferente deles com costumes próprios. E vir pra cá vai exigir que você se acostume e respeite seus hábitos. Porque, se você parar e pensar, eles teriam que se acostumar com a nossa cultura, caso estivessem no Brasil, também.

Espero ter ajudo com essas dicas! Vejo vocês próxima semana!

Beijos da Isa


Canadá, to chegando!

Publicado em Embaixador | 16 de abril de 2015 | 19:11 por Raíra Venturieri

header_580x103
20150413_VancouverJamesZ

Oi pessoal! Meu nome é Raíra, sou jornalista no STB, e recebi a (chatíssima) missão de conhecer as nossas cidades e escolas parceiras no Canadá. E, claro, contar pra vocês um pouco como é a experiência dos nossos estudantes lá, na terra do maple syrup. Como dá pra imaginar, a experiência vai ser doce, doce. :)

Embarco hoje com a Air Canada, que tem voos diários para Toronto durante a noite (você dorme a bordo e chega lá 6h da manhã, pronto pra vida). Ao longo das próximas semanas, vou visitar escolas em Vancouver, Montreal e Toronto; me hospedar em casa de família, residência estudantil e hotel; fazer uns passeios aqui e acolá (Oi, Niágara!); e experimentar um pouco da cultura e gastronomia locais. Vou me jogar, basicamente, e vai ser muito divertido! Espero ajudar todos vocês a entender como é estudar no Canadá e, quem sabe, dar aquele empurrãozinho para quem ainda tá com receio de encarar o desconhecido.

11166078_10153225885379583_1607063090_n

Eu sei que eu tô com um pouquinho de receio sim, mas muito mais tranquila por ter o STB do meu lado, que me ajudou com TUDO que eu precisava pra viagem, assim como faz com seus estudantes. A mala está cheia de roupas quentinhas, cosméticos (há!) e livros. Mas precisei, mesmo, foi de:

- Passaporte válido por mais de seis meses e visto canadense – muito mais tranquilo do que parece, posso até fazer um post sobre isso depois!

- Cartão Cash Passport – é aceito em todo lugar, não preciso andar só com dinheiro vivo e ainda posso pedir pro STB depositar mais caso o meu acabe – hehehe…

- Cartinha de uma escola que vou visitar (no caso de vocês, a escola em que vai estudar);

- Assistência Médica Internacional ISIS;

- Tripbox - o app de viagem exclusivo do STB, que organizou todos os meus documentos e confirmações e ainda me permitiu montar uma agendinha day-by-day de todos os compromissos que eu tenho marcados. São muitos, sou requisitada! E o Tripbox me salvou, mesmo. O app tem ainda um guia de dicas insiders superlegal, que pretendo usar bastante durante minha viagem (também para descobrir dicas novas e engordar a lista do app!).

TripBoxCanadá

É isso, estou muito animada pra viagem e preparada pra esclarecer todas as dúvidas que vocês possam ter sobre o Canadá. Se você tiver alguma pergunta específica, manda nos comentários que eu prometo que vou atrás. Wish me luck (and sun!). Beijos!


Faltam 10 semanas para acabar meu intercâmbio!

Publicado em Diário da Isa | 06 de abril de 2015 | 13:22 por STB Student Travel Bureau

header_isadora2

Eu sei que não tenho dado notícias há meses, mas a minha vida aqui é uma correria e sempre tem alguma coisa acontecendo! Faltam 10 semanas para eu voltar para o Brasil, e aí eu paro e penso “nossa, eu tô aqui por mais de 7 meses e daqui a pouco estou voltando pra casa”!

A primavera começou aqui, e com isso as atividades ao ar livre voltaram a acontecer. Eu estou fazendo Track and Field (Atletismo), e os meus “eventos” são basicamente de corrida de curta distância. É muito legal porque aqui as pessoas são super unidas e têm aquele espírito de grupo. A gente teve o Cowboy Games (o mascote da minha escola é um Cowboy). Então eles dividiram os alunos em grupos de diferentes cores, o meu era azul!

Bom, a gente ficou em último lugar, mas mesmo assim foi super legal. As provas eram:

- empurrar um carrinho de golfe em volta do Track (o time que fizer no menor tempo vence)
- passar todos os membros para o outro lado do colchão e não encostar na vara
- correr por uma série de obstáculos
- o time todo carregar uma pessoa no colchão (ida e volta)
- prova de comida (quem come mais rápido)

Eu sei que tudo parece meio estranho, mas foi muito engraçado e as fotos vão ajudar a ilustrar!

Na competição passada, teve uma homenagem aos Seniors (formandos). A gente preencheu uma lista com perguntas sobre nossos planos para o futuro, e eles leram quando chamavam os nossos nomes. A minha Host Family não conseguiu ir, então não tinha ninguém para receber as flores comigo, mas minhas amigas planejaram com o time que quando fosse a minha vez todo mundo ia tirar foto comigo (mas eu não fazia a menor ideia de que isso ia acontecer).

Quando me chamaram, todos os meus amigos foram e eu quase comecei a chorar porque foi algo muito especial pra mim!
E essa é uma vantagem muito grande de ser um Senior, nós sempre temos alguma homenagem especial! Na minha escola, nem todos os intercambistas são Seniors, mas eles ainda podem se formar e receber o diploma no dia da formatura.

E tem mais, a gente fez uma viagem até uma escola que fica na praia para assistir a um jogo de basquete. Fomos todos vestindo azul e amarelo (as cores da escola). A viagem deveria ter sido de 5 horas, mas teve um acidente na estrada e durou 8 horas. E adivinha? Chegamos no jogo faltando 57 segundos!

Mesmo assim foi muito engraçado porque a gente saiu do ônibus correndo e gritando com os cartazes, chegamos no ginásio (nosso time estava perdendo), mas não paramos de torcer! E todo mundo olhando pra gente com a cara de “onde vocês estavam esse tempo todo?!?!”, mas enfim, nós perdemos o jogo. E eles deixaram a gente ir na praia por uns 10 minutos, e já eram 21h, a gente congelando, mas mesmo assim fomos.

Chegamos em casa umas 4h da manhã, super cansados e com dor nas costas por causa do ônibus. Mas tenho que admitir, foi um dos melhores dias do meu intercâmbio. E acho que isso resume muito a experiência que a gente tem aqui. Foi imprevisível, mas a gente se divertiu muito, rimos muito e aproveitei para passar um tempo com os meus amigos!

Prometo que vou manter vocês informados de tudo!

Beijos da Isa

IMG_3350

IMG_3349

FullSizeRender

IMG_3104

IMG_3317

IMG_3692

IMG_3392


Último dia na Califórnia e NYFA

Publicado em Diário do Federico Devito | 07 de novembro de 2014 | 10:21 por STB Student Travel Bureau

header-FD_2

Sonho realizado!
No vídeo abaixo, meu último dia na Califórnia, aproveitei para bater um papo com a galera da minha sala no curso da NYFA e andar de skate de Santa Monica até Venice Beach.

Assita! Dúvidas, comente aí embaixo!